Lifestyle

Diego Cezimbra, um BODYBUILDER alucinado

Por  | 

Diego Cezimbra – bodybuilder

 

O corpo de um bodybuilder

Todo conhecimento existe a partir de algumas dores e muitos esforços. Pouca gente percebe que um ser que fala bem línguas, ou toca instrumentos, ou cozinha bem, administra bem, negocia bem, tem atrás da beleza do que faz um enorme currículo de horas dedicadas, baladas perdidas, viagens adiadas, dores escondidas e segredos doidos. Toda arte tem renúncia: (gosto pelo esforço)! Isto deve ser repassado, desde cedo aos aprendizes. Nós brasileiros admiramos muito as intuições e a inspiração.
No corpo de um Bodybuilder mostra que o belo Corpo é a beleza do feito de um longo e suado esforço máximo. Da doação total de sua mente e seu físico a esta obra de arte tão fantástica, sublime e encantadora  para alguns.
Nas mãos deste indivíduo demostram o sacrifício. Mostra até onde um ser humano pode chegar em nome de algo que edifica e embeleza a obra prima. O suor estão muitas vezes escondidos debaixo de uma armadura feita de carne. Mas a beleza do seu corpo aparece para todos. Ao assistir uma apresentação de um Bodybuilder ninguém ali vai pensar no seu esforço e sim ver apenas a obra final…

O que fazer para ser BodyBuilder

O corpo, a obra que sustentam o mérito, a dignidade, da força sem igual e do trabalho todo. Quando se diz BODYBUILDING está implícito que o supremo do esforço é o que rende, na vida e nos palcos…
Para ser Bodybuilder é preciso disposição para treinar todos os dias de sua vida e melhorar a cada dia o que no dia anterior julgava-se melhor.
Só o próprio Bodybuilder sabe da dor muscular que nunca acaba… cujo resultado final todos almejam ter mas ninguém quer passar pelo árduo processo…
Mas só atinge o auge aqueles cuja a dor se torna parte do trabalho…
Posso dizer que a vida pode ser comparada ao tamanho esforço de um indivíduo que se submete ao tamanho sacrifício de um grande atleta.
Muito fácil dizer que o fulano teve sorte que o ciclano se deu bem na vida. Para obtermos algo e fazer a grande diferença tem que abrir mão mão de muitas coisas na longa jornada da vida e seguir o roteiro e é preciso lembrar que em primeiro JAMAIS DESISTIR.

Quando pensar em desistir, lembrar o que trouxe você até aqui para não ter desistido lá atrás. Saber que desistir é muito fácil é difícil é sorrir quando se está na última das dores. Difícil é abrir mão de desejos desconhecidos amores imaginários, de sonhos escondidos e atrás de lágrimas derramadas. Difícil é ir quando se quer ficar e Igualmente ficar quando se quer ir.

É difícil ser bodybuilder?

Difícil é sorrir as 6 horas da manhã mesmo que tenha ido dormir as 1 hora da manhã.
Difícil é ficar trabalhando duro em finais de semana ensolarados quando gostaria de estar em casa descansando ou no parque passeando.
Difícil é manter a educação e dizer obrigado quando você deveria estar recebendo obrigado.
Difícil é fazer tudo de novo quando sabe que não foi feito o melhor, mesmo não estando aguentando mais.
Difícil é falar sobre a vida quando vão passando os tempos e ainda sabe-se que ainda não passou tudo.
Jamais subestimar o fácil que poderá se tornar difícil facilmente a qualquer instante…

 

Autor: Diego Cezimbra. – @diegocezimbraoficial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.